11 Formas de Ajudar um Animal Abandonado

por Vi Almeida 18 de Outubro de 2016
Veja dicas de como ajudar animais abandonados

Se você gosta de animais, com certeza já sentiu pena de algum bicho abandonado que viu na rua. Ou então já pensou: como será que eu poderia ajudar? Infelizmente são milhões e milhões de bichos que vivem à mercê da sorte hoje pelas ruas do país, e mudar a realidade de todos realmente é muito difícil. Mas você pode mudar a vida de um, o que já é muito gratificante.

Se você não pode resgatar ou adotar um animal de rua, existem várias outras ações que você pode fazer e que podem ajudar a salvar a vida daquele ser.




Se você se deparou com um animal abandonado e quer ajudá-lo, mas não pode adotar, faça uma foto dele e compartilhe em suas redes sociais. Coloque a imagem e a localização em que ele se encontra. Este bicho pode ser de alguém e ter se perdido e a foto que você compartilhou pode chegar até aos donos.




Você pode também fazer cartazes com a foto e a localização do animal e espalhar pelos comércios e postes da região. Geralmente isso é feito por quem perdeu um animal, mas se você fizer com um animal abandonado que encontrou também pode ser uma forma de divulgá-lo e despertar o interesse em algum adotante de tirá-lo daquela situação.

 

Peça divulgação em ONGs






Procure no Facebook por instituições que fazem essa divulgação e peça que elas compartilhem também, elas possuem muitos seguidores engajados com o tema e a foto chegará a muita gente, o alcance deles é muito grande. Caso o animal realmente não tenha dono, é uma grande chance de alguém gostar dele e querer adotá-lo.









A rua é sempre um local muito perigoso para um animal abandonado, mas existem algumas situações que expõem o bicho a um risco muito alto, como:

  • Estar no meio e uma avenida ou rodovia;
  • Estar no acostamento de uma rodovia;
  • Estar dentro ou muito próximo a córregos e rios;
  • Estar em um ambiente em que as pessoas não aprovam e podem maltratá-lo ou envenená-lo.

Nestes casos, retire o animal daquele local, mesmo que você não vá poder dar uma assistência posterior, tire-o dali e deixe-o em um local mais seguro.




 

Ofereça água e comida


 



Sempre vejo algumas portas de casas e até mesmo nas pracinhas vasilhas com água e ração para cães que estão na rua. Não resolvem o problema, mas alivia. Pelo menos quando a fome apertar ou nestes dias em que o sol está rachando, os bichos que acharem um lugarzinho assim podem se refrescar e amenizar o sofrimento.

Se você está diante de um animal abandonado em algum outro lugar que não seja um ponto fixo, compre algo pra ele. Você pode também deixar um saquinho de ração no carro pra quando precisar alimentar um.









Se você puder fazer isso vai estar salvando uma vida! Principalmente se o animal estiver doente ou acidentado. Não tenha medo, ajude! Leve-o até uma clínica veterinária de sua confiança e preste socorro, ajude no que for primordial naquele momento para a vida e saúde dele. Depois disso, se você não puder ficar com ele, procure alguém que queira adotá-lo. Neste caso de novo vale aqui a divulgação nas redes sociais!



Esse pequenininho estava muito debilitado, magro e com uma das patas machucadas, na rua da empresa em que eu trabalhava. Depois do resgate e de divulgação nas redes sociais, ele foi adotado.






Você pode tentar uma vaga após resgatar e prestar o socorro (caso não encontrar ninguém interessado em adotá-lo). Agora se você não está em condições nem de resgatar para um primeiro socorro, pelo menos fotografe e tente ajuda em uma ONG da sua região. Estes locais infelizmente estão sempre superlotados, mas vale tentar.









Ok! Você não pode fazer nenhuma dessas ações acima, mas ainda sim tem vontade de ajudar, uma opção é apadrinhar um animal de uma ONG ou instituição. Existem várias pelo país (vou deixar alguns links no final do post). Você fica responsável pela despesa daquele animal até que ele seja adotado. Afinal, todo o trabalho realizado por esses locais é feito, na maioria das vezes, sem ajuda pública, apenas com ajuda financeira e voluntária de quem ama a causa.



Quer apadrinhar? Veja opções de ONGs no final do post






Sua contribuição pode ser em dinheiro ou mesmo com trabalho voluntário. Se você está apertado financeiramente e não pode contribuir com grana, tire um tempo e ofereça trabalho voluntário. Você pode trabalhar em uma feira de adoção, dar banho nos animais, passear com eles, enfim, ofereça aquilo que sabe ou pode fazer!

 

Contribua com uma ONG de animais







Vários produtos são vendidos com o objetivo de ajudar instituições que ajudam estes animais. Com certeza você vai encontrar algo que pode ser útil pra você e, ao mesmo tempo, vai estar ajudando a causa!



Você encontra os produtos nas páginas linkadas abaixo em COMO AJUDAR


 

Ofereça lar temporário






Talvez você não tenha tempo ou dinheiro para ajudar um animal abandonado, mas você tem espaço! Ofereça ele! Sim, você pode oferecer sua casa como lar temporário, o chamado LT, para animais que foram resgatados e estão à espera de um adotante. Em alguns casos a pessoa que resgatou e está em busca de um LT oferece até mesmo os remédios (se for o caso) e alimentação durante o período de estadia do bicho. 

 

Ofereça lar temporário para um bicho









Sim, ADOTE! Arrume um lugarzinho no seu lar e no seu coração e vai ver como isso é maravilhoso, como irá transformar sua vida! A gratidão que eles demonstram é indescritível! Só adotando mesmo!

 

Não compre adote




COMO AJUDAR: AMIGOS DE SÃO FRANCISCO | AMPARA ANIMAL | CÃO VIVER | FOCINHO ABANDONADO | ROCKBICHO | BRIGADA PLANETÁRIA


Bom, acho que agora não tem mais desculpa para não ajudar né! Escolha qual opção é a melhor pra você, mas ajude!

E se você tem um animal adotado, conte sua experiência aqui!